sábado, 19 de setembro de 2009

O fruto da indignação de um proprietário de Xbox 360


E ai galera da Pc e Consoles! Semana passada recebi um e-mail muito interessante de um amigo meu, ele tem um Xbox 360 há mais de 2 anos e recentemente o console dele começou a apresentar um possivel fim na sua vida util. Ele ficou muito indignado com isso, mas ele é um cara muito inteligente e aproveitou tal frustração para criar uma poesia. Vejam o que ele escreveu.
Crônicas de uma Morte não Confirmada


Halo, Halo, Halo
Eu quero jogar Halo
O desespero já bate
Graças a uma porta que não se abre!

Do caos, a luz aparece
O jogo começa e a adrenalina emerge
Porém, algo desperta
Das entranhas de meu amigo
Uma luz vermelha indica o perigo

Uma, duas, ou seriam três?
Essa é a incógnita que persiste
Contudo, ele também não desiste
Então, não posso calar
O grito de quem quer se salvar!

Segunda vou até lá
Para quem sabe
Meu console possa salvar

Escrito por: José Lucas S. da Silveira (Palhoça-SC)

4 comentários:

Patrick disse...

ficou bem legal zéh e ótimo poema da pessoa que mandou

leandrolandowski disse...

Xbox-360 já gerou música , já vi uma especie de diário e agora poema .
Quamto ao poema ficou bem legal , só espero que o xbox 360 do José lucas se salve , falou ZÈH .

ZÈH!™ disse...

Pois é, espero que o Xbox 360 dele tenha salvação.

:)

ZÈH!™ disse...

A nivel de curiosidade, recebi a informação de que o Xbox 360 do nosso amigo José Lucas morreu de vez.

Uma lamentavel perda, pois logo agora que ele comprou uma LCD Full HD.

:/